Como é viajar sozinha pela América do Sul e Europa

A primeira fez que a Juliana foi viajar sozinha foi em 2013. Ficou 25 dias mochilando pelo Peru, Bolívia e Chile. A partir dai não parou mais!

Essa viagem mudou a vida dela. “Na ocasião eu tinha um namorado, mas ele não poderia tirar férias na mesma data que eu. Então resolvi que não perderia a oportunidade e fui sozinha  – e foi a melhor decisão da minha vida!”, diz.

Como foi a primeira vez que você decidiu viajar sozinha?

Juliana conta que foi em 2013 quando passou 25 dias fantásticos pela América do Sul. Ela afirma que nessa viagem ficou sozinha muito pouco.

“As pessoas tendem a acreditar que viajar sozinha é ficar sozinha, mas esse é um grande engano! Viajar sozinha é estar aberta as novas experiências, é voltar para casa com a mochila cheia de novos amigos e boas experiências. E acredite, não senti medo em nenhum momento, me senti muito segura a viagem toda!”, lembra.

Juliana também diz que essa viagem mudou sua forma de enxergar o mundo. “Viajar me fez uma pessoa melhor e apaixonada pelas diferenças que o mundo tem a oferecer! Percebi o quanto é rica a experiência de viajar sozinha e depois dela eu nunca mais precisei me preocupar se tenho companhia. Eu simplesmente compro as passagens e vou! Tem coisa melhor?”.

Os destinos visitados

Depois da primeira vez em 2013, Juliana conheceu vários outros destinos. Ela já foi para Miami, Nova York, Argentina, Escócia – onde mora atualmente. Conheceu também a Irlanda, Dinamarca, Noruega, França, Londres, Turquia e Grécia. Tem viagem planejada para a Bélgica e para a Russia. Todas essas viagens foram sozinha e muito bem sucedidas!

A melhor coisa de viajar sozinha

“Para mim, o ponto alto de viajar sozinha é ter a possibilidade e liberdade de fazer o que quiser no seu tempo. Além de conseguir se relacionar mais com os locais e assim vivenciar mais a cultura do país”, conta Juliana.

Vá sem medo

Juliana diz que se pudesse dar um conselho para as mulheres que desejam viajar sozinha seria: vá sem medo!

Ela diz que essa experiência é uma das mais ricas que alguém pode ter na vida. Além disso, tem certeza que não haverá arrependimentos.

Juliana Mendes, tem 25 anos e atualmente mora na Escócia. A primeira vez que foi viajar sozinha foi em 2013 quando fez um mochilão de 25 dias pelo Peru, Bolívia e Chile.

2017-09-04T10:36:14+00:00